Categorias

Como o PGPR diminui os custos da produção de chocolate

Dentro dos processos de fabricação de alimentos, alguns componentes podem tornar a produção mais cara, embora sejam necessários. Para isso, a indústria química desenvolve aditivos alimentares para substituir tais ingredientes, deixando a produção mais viável e sem prejudicar o orçamento.

Um bom exemplo de aditivo é o PGPR, muito utilizado na fabricação de chocolates. 

O QUE É E PARA QUE SERVE O PGPR

O PGPR (Polirricinoleato de Poliglicerol) é um emulsificante utilizado pelas principais indústrias de produção de chocolate. Extraído da mamona, o produto serve para reduzir a viscosidade do chocolate, facilitando o processamento da massa. É bastante utilizado para substituir a manteiga de cacau na produção do chocolate.

ENTENDENDO A PRODUÇÃO DO CHOCOLATE

A produção do chocolate se divide em várias etapas. Após a colheita e preparação dos grãos de cacau, na indústria, passam primeiramente pelo processo de torrefação, para que as amêndoas sequem. Em seguida, passam pelo triturador para retirar a casca e depois, seguem para a moagem, quando o cacau se transforma em uma massa.

A massa resultante dos processos vai para a prensagem, de onde sai a manteiga de cacau, o principal ingrediente do chocolate. A manteiga é utilizada durante a malaxação, nesse passo pode ser incluído o PGPR. O próximo passo é a refinação, para absorção do açúcar. Depois, a massa de chocolate passa pelos agitadores e, finalmente, segue para a moldagem.

DIMINUIÇÃO DE CUSTOS

A principal função da utilização do PGPR na indústria de chocolates é a diminuição da viscosidade do alimento, como já destacamos acima. Entretanto, muitas empresas optam pela escolha do PGPR como substituto da manteiga de cacau, responsável por atribuir a viscosidade ao chocolate, além de auxiliar no derretimento e na cristalização deste doce.

Porém, apesar de extremamente necessária na fabricação do chocolate, a manteiga de cacau é um ingrediente muito caro, o que torna o processo de produção do alimento bastante oneroso.

Sendo assim, a escolha do PGPR para substituir a manteiga de cacau se dá pelo fato desse produto ser mais em conta do que a manteiga, diminuindo os custos de produção e barateando o processo produtivo como um todo.

O chocolate com a utilização do PGPR perde um pouco em gordura e viabiliza custos menores dentro da produção e, consequentemente, na venda do produto final.

MANTEIGA DE CACAU X PGPR

A escolha pelo Polirricinoleato de Poliglicerol pela indústria chocolateira é o custo menor que ele oferece, sem que o alimento seja prejudicado em sua composição e produção. Mas não é só isso.

A manteiga de cacau, basicamente, é um tipo de gordura extraída das amêndoas de cacau. O PGPR, quando utilizado como substituto da manteiga, possibilita a diminuição da umidade do chocolate, cristaliza a gordura e melhora seu tempo de prateleira, assim como sua textura.

Leia mais matérias como essa no nosso site! Aproveite e conheça toda a nossa linha de produtos voltados para a indústria alimentícia. Também trabalhamos com produtos para as indústrias de cosméticos e domissanitários. Se preferir, converse com um especialista e saiba mais!