Tendências do Agronegócio para 2024

O Agronegócio, um dos pilares fundamentais da economia, está passando por um período de transformação impulsionado pela tecnologia. Em 2024, compreender as tendências que estão moldando esse setor vital é mais do que uma necessidade, é uma prioridade.

 

A Inteligência Artificial (IA) desempenha um papel crucial nessa transformação. Através da IA, a agricultura se torna mais sustentável e rentável, permitindo avanços significativos na gestão do segmento como um todo. Os softwares especializados integram e analisam uma vasta quantidade de dados do campo, fornecendo relatórios precisos que contribuem para a tomada de decisões em áreas como gestão de recebimento, manejo da lavoura e definição de preços.

 

A Internet das Coisas (IoT), apesar de não ser uma novidade, continua em alta em 2024. Essa tecnologia possibilita o monitoramento do solo em tempo real, coletando dados cruciais para otimizar a irrigação, o plantio e identificar problemas nas lavouras. A IoT, combinada com outras tecnologias como robótica e blockchain, oferece vantagens competitivas e melhora a qualidade das soluções no agronegócio.

 

A Agricultura de Precisão, impulsionada pela tecnologia digital, também está revolucionando o setor. Sensores de campo, imagens de satélite e drones fornecem dados em tempo real, enquanto o GPS guia maquinários para otimizar recursos e aumentar a eficiência. Com capacidade de incorporar IA e IoT, a Agricultura de Precisão promete transformar ainda mais o setor, garantindo uma produção mais eficiente e sustentável.

 

A sustentabilidade ganha destaque nas tendências de 2024, consolidando-se como um dos principais impulsionadores das mudanças no agronegócio.

 

Empresas como a Maian priorizam a sustentabilidade em suas soluções, promovendo práticas ecológicas que visam reduzir o impacto ambiental da atividade agrícola. Em um contexto onde o agronegócio brasileiro representa cerca de 24% do PIB nacional, é fundamental estar alinhado com as tendências e buscar novas oportunidades. A digitalização da aquisição de insumos, a mecanização das lavouras e outras tendências são essenciais para impulsionar a eficiência, a produtividade e o sucesso no agronegócio do futuro.

 

Diante desse panorama, é evidente que as empresas que não acompanham as mudanças tecnológicas e as demandas do mercado ficam para trás. A busca por práticas sustentáveis, o uso de tecnologias inovadoras e a adaptação às novas tendências são os pilares para garantir o crescimento e a competitividade do agronegócio brasileiro em 2024.

 

Fontes:

https://www.orbia.ag/

https://www.senior.com.br/blog

 

Os Ingredientes naturais na indústria de alimentos.

A alimentação no Brasil está passando por mudanças significativas, com um crescente interesse por produtos saudáveis. Dados da Euromonitor destacam o Brasil como um dos maiores mercados para produtos naturais, movimentando mais de 35 bilhões de reais anualmente. Esse fenômeno é impulsionado pela mudança de comportamento dos consumidores, que estão mais atentos aos rótulos e à origem dos alimentos. Pesquisas indicam que a população brasileira está disposta a pagar mais por alimentos saudáveis e sustentáveis, com 98% optando por esses produtos, mesmo diante dos custos elevados. A pandemia influenciou a busca por alimentos orgânicos, com 67% das pessoas fazendo essa escolha, motivadas por preocupações com a saúde e o meio ambiente. A conscientização sobre a leitura de rótulos aumentou, levando as empresas a adotarem embalagens mais transparentes. As novas regras de rotulagem nutricional também contribuíram para informar os consumidores sobre teores prejudiciais.

 

Alimentação natural

O uso de ingredientes naturais na indústria alimentícia é uma tendência em crescimento,

sendo essenciais para a produção de alimentos como geleias, pães e suplementos alimentares. A indústria está se adaptando para atender a diferentes públicos, como vegetarianos, veganos e adeptos de dietas fitness. Apesar do momento promissor, a indústria enfrenta desafios, como a consistência nas safras e os custos elevados. A transparência na comunicação e os selos de autenticidade são essenciais para conquistar a confiança dos consumidores. Em um evento recente, o Summit Future of Nutrition abordou temas como o potencial dos alimentos regionais e estratégias para viabilizar o uso de extratos vegetais na indústria alimentícia brasileira. Essas iniciativas refletem o interesse crescente em ingredientes naturais, alinhados à busca por uma alimentação mais saudável e sustentável no país.

Seguindo esta grande tendência, a Maian Food oferece ingredientes naturais para indústria de alimentos, nossas Especialidades: Blends, Fibras e nossas Commodities.

Ingredientes naturais são tendência no Brasil e no mundo

Segundo o relatório da Fortune Business Insights, o mercado global de cosméticos veganos alcançou US$ 16,92 bilhões em 2022, prevendo-se um aumento para US$ 18,03 bilhões em 2023, e uma projeção de atingir US$ 27,04 bilhões até 2030, com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 5,96% durante o período de previsão. A tendência do veganismo, já presente em setores como alimentos, está ganhando força também na indústria de cosméticos. A conscientização sobre a crueldade animal no teste de cosméticos está impulsionando a demanda por marcas livres de crueldade, o que deve impulsionar o crescimento do mercado nos próximos anos. A crescente popularidade de produtos à base de plantas é um impulsionador significativo do mercado, à medida que os consumidores buscam alternativas mais sustentáveis. No entanto, a presença crescente de produtos cosméticos falsificados pode representar um desafio para o desenvolvimento do mercado.

 

O segmento de cuidados com a pele liderou o mercado em 2022, refletindo a preferência dos consumidores por cosméticos à base de plantas para reduzir o impacto ambiental.

 

Hipermercados/supermercados permanecem como principais varejistas de cosméticos veganos devido à conveniência e disponibilidade de produtos com desconto. A Europa é estimada como a principal dominadora do mercado global de cosméticos veganos, devido à presença de centros de P&D focados em inovações e produtos livres de crueldade. A América do Norte também pode experimentar um crescimento significativo devido à crescente utilização de ingredientes naturais em produtos cosméticos. Dada a competitividade do mercado, os líderes do setor estão concentrando esforços em fusões, aquisições e inovações de produtos para manter sua posição de destaque, enquanto as marcas de menor escala têm a oportunidade de expandir sua presença online.

A Maian, seguindo essa tendência global, disponibiliza no mercado substitutos vegetais para matérias-primas derivadas do petróleo, tornando seus produtos mais ecológicos, sustentáveis e saudáveis, tanto para as pessoas quanto para o meio ambiente.

Porquê escolher silicones 100% naturais

O ano de 2020 trouxe a escassez de muitos produtos, até por conta da pandemia que teve início em março daquele mesmo fatídico ano.

Com isso, muitos produtores de silicone diminuíram a compra da matéria prima, pelo fato de não saberem de verdade quanto tempo a pandemia ainda ia durar, com isso muitas pessoas foram demitidas e os estoques ficaram a níveis baixíssimos.

A demanda voltou a aumentar em torno do quarto trimestre de 2020 com a abertura das economias globais, porém muitas empresas não conseguiram retomar o número de mão de obra necessária para a produção do silicone.

Outro setor que foi muito afetado também foi a logística, afinal não tinha demanda, então muitos containers foram retirados da cadeia de abastecimento.

Com tudo isso acontecendo, devido à falta de suprimentos por parte dos principais fabricantes, o risco de escassez de fornecimento de silicone irá acontecer ainda por um longo prazo, além da alta no preço que já está acontecendo.

Por isso, hoje vamos falar sobre o Dimethicone, a Química verde e motivos para escolher os Silicones 100% naturais para os seus produtos!

 

 

 Dimethicone na produção de cosméticos

 

O Dimethicone é um polímero que possui uma base de silicone, criado de maneira sintética e está especialmente presente em diversos cosméticos e produtos de higiene pessoal, como: sabonete, shampoos, maquiagens, dermocosméticos e outros.

 

O Dimethicone e o meio ambiente

 

Por não ser uma substância orgânica, ele apresenta uma enorme dificuldade de decomposição, além de sua produção ser um processo químico o que gera um gasto de energia elevado e resulta em um descarte alto de material químico.

 

Entenda tudo sobre a Química Verde e o seu impacto no mundo

 

Estamos vivendo um período de muitas incertezas e com a necessidade de nos adaptarmos ao novo.
Durante a pandemia criamos uma conscientização ambiental maior, valorizando mais a natureza, estando mais perto dela e vivendo dias mais significativos.

Com isso, a Química Verde busca trazer componentes que não prejudique o meio ambiente e que pense nas próximas gerações que irão viver neste planeta, fazendo com que a sua decomposição não seja prejudicial para o mundo.

 

Conheça a nossa linha do Silike, o Silicone 100% natural

 

Pensando na proposta que falamos acima da Química Verde, criamos o Silike, um silicone 100% natural que atua fortemente na sustentabilidade e na parte financeira, já que é um produto muito mais econômico.
Além disso, é uma ótima alternativa para substituir o Dimethicone que citamos acima, sem contar que mantém toda a qualidade presente nos silicones industriais.

Quer saber mais sobre o Silike? Fizemos um artigo super explicativo dele, basta clicar aqui para a leitura aprofundada sobre esse produto INOVADOR da Maian.

 

Maian, produtora oficial do Silike – silicone 100% natural!

 

Quer ter o Silike como aliado na sua produção de cosméticos e ainda pensar no futuro do meio ambiente?
Entre em contato conosco para fazermos um orçamento de acordo com a sua demanda.

Participação da Maian na In-cosmetics, maior Feira de ingredientes.

A Maian, mais uma vez, marcou presença na In-cosmetics, a maior feira de ingredientes cosméticos do mundo, que ocorreu de 27 a 28 de setembro de 2023, no Expo Center, Norte em São Paulo. Com um estande robusto, a marca mostrou seus diferenciais e soluções para a indústria de beleza e cuidados pessoais.

A Maian também se sobressaiu pela sua proposta de valorização e divulgação da biodiversidade brasileira, dando destaque para produtos naturais e veganos, refletindo a crescente demanda por opções sustentáveis e éticas. A participação da Maian na In-cosmetics foi um êxito, de grande visibilidade, reconhecimento e oportunidades para a marca, que se firmou como uma referência em cosméticos naturais e sustentáveis   no mundo. A empresa mostrou que é possível aliar inovação, qualidade e responsabilidade  ambiental, criando produtos que atendem às necessidades e expectativas dos consumidores mais exigentes.